Ricardo e Luis Henrique Martinelli – segundo a Promotoria – são acusados de cobrar propina em obras realizadas pela construtora Odebrecht. Os valores ultrapassam 50 milhões de dólares por contratos avaliados em mais de 175 milhões de dólares.